Depois do sucesso do livro Um Amor, Um Café e Nova York (Editora D’Palacio), um romance recheado de beijos, sonhos e palavras doces, personagens surpreendentes e uma trilha sonora de ‘sobremesa’, Augusto Alvarenga dará continuidade à história da jovem Camila em Um Amor, Um Café e Nova York 2.

E para matar um pouco mais a curiosidade de seus leitores, o autor fez nos últimos meses, um suspense em suas redes sociais sobre o que acontece na segunda parte da história, e mais recentemente, vem dando pistas da capa de seu segundo livro.
“O amor deveria ser fácil. Mas eu já havia aprendido há muito tempo que não era bem assim.” – Trecho de Um Amor, Um Café e Nova York 2.
O primeiro livro teve grande recepção do público. Conquistou os corações apaixonados e amoleceu até o coração mais duro. Sendo também, alvo de inúmeras críticas positivas e resenhado em diversos blogs de literatura.

Guto, que é super atencioso com a galera, contou um pouco do que está por vir na vida da jovem Camila. Leia o relato do autor:
“O segundo livro é bem diferente. É uma transição, de todo o romance do primeiro para a conclusão, que “acontece” no ano que vem. Mesmo assim, logo no início há um baque que muda todo o rumo da história. E eu recheei essa “transição” com os amigos da Camila, que são citados no primeiro, mas que agora são peças fundamentais na história. Tem dois personagens novos, e os pais da Camila também aparecem mais. 
Essa parte da história também se passa mais em Belo Horizonte do que em NY, então, tem novos lugares daqui representados no livro, e por isso, coloquei muitas músicas nacionais embalando os capítulos dessa vez. Na capa, BH ganhou um destaque por estar mais presente na história. E alguns outros elementos nela (capa) mostram que há um amadurecimento.
Logo na introdução a Camila deixa claro: “Até ali, eu não sabia que a vida de alguém, especialmente a minha, pudesse mudar tanto em tão pouco tempo”, então acho que os leitores já podem se preparar para as novidades que vem por aí.”
E ele não para por aí. Hoje, às 20 horas, o jovem escritor irá divulgar a capa de Um Amor, Um Café e Nova York 2. É só ficar ligado na página do livro.

Se você ainda não leu Um Amor, Um Café e Nova York 1, corre pra comprar o seu e conhecer a apaixonante aventura de Camila e Guilherme. O segundo livro será lançado no dia 4 de julho!
Sinopse do livro 1:“Em seu primeiro livro, o autor relata a história de Camila, uma garota de 19 anos que sempre teve um grande sonho: viver um grande amor, como um desses de cinema. O que ela não podia imaginar é que, ao conhecer Guilherme, isso se tornaria real. Na véspera de 3 anos de namoro e do aniversário de anos de Camila, Guilherme surge com uma surpresa que mudaria pra sempre o romance e a vida do casal: uma viagem de um mês para Nova York. O que ele não sabia é que esse era mais um dos grandes sonhos de Camila, que vai fazer de tudo para que essa seja a melhor viagem deles. Porém, Nova York possui brilhos demais. Poderia algum deles ofuscar o do casal? Um romance recheado de beijos, sonhos e palavras doces, personagens surpreendentes e ainda uma trilha sonora de ‘sobremesa’.”

O lado bom da vida


Certa manhã deite-me na varanda e, observando calmamente o horizonte e cada detalhe naquele instante, comecei a refletir se de fato estava vivendo ou sobrevivendo. Pensei nos dias agitados e corridos, nos quais por diversas vezes dizemos às pessoas que nos falta tempo para aproveitar melhor a vida. Dias em que nos preocupamos tanto com o trabalho ou os estudos e esquecemos de tirar dali os melhores momentos.

Para nós, talvez, o lado bom da vida seja apenas aquele em que nos divertimos. Que acordamos e não temos que nos preocupar em sair e ficar no transito. Que podemos ficar até tarde na cama, vendo TV, filmes ou aquela série interminável. Ou aquele sábado à noite, no qual saímos com amigos e perdemos a noção do tempo, simplesmente por não ter que se preocupar com nada naquele instante que parece infindo.

Chego a acreditar que nos deixamos cegar com as necessidades materiais, para sobreviver e, nos esquecemos de viver. É como ouvimos por aí, os maiores prazeres estão nos pequenos momentos. Não sei quem parafraseou isto, mas concordo firmemente. Se em cada momento da vida retirarmos o mínimo que seja de prazer, será o caminho para uma vida mais proveitosa. Se cada um, ao invés de ficar prestando atenção no celular durante o caminho para a escola ou trabalho, começasse a observar mais o que existe no decorrer deste trajeto, perceberia quantas coisas acontecem ao seu redor. Levante-se mais cedo, medite, sorria para as pessoas e dê bom dia. Comprimente a pessoa ao teu lado no ônibus. Faça uma boa ação.

 “A maioria das pessoas perde a habilidade de ver o lado bom das coisas, embora a luz por trás das nuvens seja uma prova de que ele existe.” (O lado bom da vida – Matthew Quick.)

Para escolher o lado bom da vida, basta pensar com entusiasmo. Deixe a preocupação e o pessimismo de lado, invista suas forças e pensamentos no que lhe faz bem. Estamos cercados de coisas belas. O lado bom da vida é aquele que você vive.