Lembranças (de você)


Já passava das duas da madrugada de uma noite escura e meus pensamentos não me deixavam dormir. A brisa entrava pela janela. Tudo começou a girar e mais uma vez, lembranças que me levaram até você. Lembranças do que já vivemos. Lembrei dos nossos momentos juntos. Bateu saudades das noites de amor, do teu calor, das manhãs que despertava ao meu lado, dos teus carinhos, do teu beijo incessante. Me faz falta o jeito como segurava minhas mãos, a sua atenção. O assobiar da brisa trouxe lembrança das músicas que cantava para mim ao violão. O seu sorriso era o mais bonito em um milhão. Aqueles dias foram bons, mas nada é como antes. Tenho que continuar. Mesmo distante, ainda existe um grande sentimento em mim. Sem me dar conta, lágrimas começaram a rolar pelo meu rosto.  O silêncio rompeu meus pensamentos. Me dei conta que todas lembranças fazem parte de um tempo que não vai mais voltar, que já não fazem mais sentido. Você sempre será aquele que fará meu coração bater mais forte e me fará perder os sentidos.
Vai passar, eu sei que passa, tudo passa.

0 comentários