O lado bom da vida


Certa manhã deite-me na varanda e, observando calmamente o horizonte e cada detalhe naquele instante, comecei a refletir se de fato estava vivendo ou sobrevivendo. Pensei nos dias agitados e corridos, nos quais por diversas vezes dizemos às pessoas que nos falta tempo para aproveitar melhor a vida. Dias em que nos preocupamos tanto com o trabalho ou os estudos e esquecemos de tirar dali os melhores momentos.

Para nós, talvez, o lado bom da vida seja apenas aquele em que nos divertimos. Que acordamos e não temos que nos preocupar em sair e ficar no transito. Que podemos ficar até tarde na cama, vendo TV, filmes ou aquela série interminável. Ou aquele sábado à noite, no qual saímos com amigos e perdemos a noção do tempo, simplesmente por não ter que se preocupar com nada naquele instante que parece infindo.

Chego a acreditar que nos deixamos cegar com as necessidades materiais, para sobreviver e, nos esquecemos de viver. É como ouvimos por aí, os maiores prazeres estão nos pequenos momentos. Não sei quem parafraseou isto, mas concordo firmemente. Se em cada momento da vida retirarmos o mínimo que seja de prazer, será o caminho para uma vida mais proveitosa. Se cada um, ao invés de ficar prestando atenção no celular durante o caminho para a escola ou trabalho, começasse a observar mais o que existe no decorrer deste trajeto, perceberia quantas coisas acontecem ao seu redor. Levante-se mais cedo, medite, sorria para as pessoas e dê bom dia. Comprimente a pessoa ao teu lado no ônibus. Faça uma boa ação.

 “A maioria das pessoas perde a habilidade de ver o lado bom das coisas, embora a luz por trás das nuvens seja uma prova de que ele existe.” (O lado bom da vida – Matthew Quick.)

Para escolher o lado bom da vida, basta pensar com entusiasmo. Deixe a preocupação e o pessimismo de lado, invista suas forças e pensamentos no que lhe faz bem. Estamos cercados de coisas belas. O lado bom da vida é aquele que você vive.

Gustavo Dias

blogger, designer, escritor...

Um comentário:

  1. Muito bom esse post, bom para se refletir sobre, parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir

Instagram