Adeus

  O relógio na cabeceira da cama marcava exatamente 2:00 da manhã. A lua iluminava a noite que parecia sombria. Elevei meus pensamentos até você. As imagens daquele momento me vinham à mente como uma cena de filme. Era um dia nublado e seus olhos se cruzaram com os meus, como um passe mágica eu estava apaixonado. E como pó mágico, todo amor foi consumido. A cena agora parecia filme de terror. Você parecia um ator dizendo as palavras “eu te amo, você é único”, que agora não fazem mais sentido algum. Me diga como pode ser tão cruel? Você brincou e tirou o melhor de mim! Você cometeu seu maior erro. Agora ignoro suas pedras na janela e gritos aclamando por perdão, isso é tão estúpido. Você se diz arrependido, mas é tarde. Você já me teve e é hora de partir. A cortina está se fechando e vou acenando dizendo adeus.

Playlist para superar o fim do namoro



Vem cá. Se tem algo difícil de superar, é o tal do fim do namoro. Parece que tudo muda, inclusive sua playlist. Términos não são o fim do mundo, talvez seja a hora de ver o que não deu certo, aprender com o erro e seguir em frente. Mas não dá pra superar essa fase, se trancando no quarto e ouvindo apenas músicas tristes. Chega um momento que você precisará se mexer, levantar a cabeça e ir curtir a vida! Por isso esta playlist não tem músicas sobre relacionamentos não deram certo, mas sim músicas que irão de fazer virar a página. É só dar play!

 1º - Tudo estava bem antes dele (a) chegar em sua vida, então não deixe que leve isto de você. “Você nunca destruirá a minha alma, esta é a parte que você nunca arrancará de mim”


 2º - “O que não te mata, fortalece”, já dizia Kelly Clarkson. Se liga, esse não é o fim. “Não significa que estou só quando estou sozinha. Não significa que estou acabada só porque você se foi”!



3º - Se tem tem alguém que intende de relacionamento, esta é Taylor! Essa música já diz tudo "Nada de desculpas, ele nunca verá você chorar".

 


 4º - Para que sofrer por alguém que só te fez mal? Sair desse relacionamento ruim te deixa livre para aproveitar todas as boas oportunidades que aparecerem, assim como Beyoncé fala na música “Best Thing I Never Had”: “Você não merece as minhas lágrimas, acho que é por isso que elas nem estão aqui. Quando lembro da época em que eu quase te amei, Você se mostrou um idiota e eu vi quem você era de verdade” 



5º -  Se você ainda tem o seu orgulho e sabe que lá no fundo você é uma estrela do rock, ouça So What da Pink. Beba o dinheiro do aluguel e deixe o seu/sua ex amargurar na sargeta dos anônimos.



 6º - Agora é a hora em que você vai ficar lindo (a), divo (a), colocar sua confiança e auto-estima lá em cima pra esse monte de babaca se arrepender de ter te dado um fora.   Curta e compartilhe com os amigos!

A paixão acabou, e agora?



É quase impossível que você não tenha se apaixonado por alguém. Sempre tem aquele momento em que se imagina ao lado da pessoa, faz mil planos e quer passar todo o tempo ao lado dela. Isso tudo é resultado da paixão, mas o que poucas pessoas sabem é que a paixão uma hora acaba e aí, como prosseguir diante dessa situação?

Nem sempre somos correspondidos pela pessoa que estamos apaixonados(as), aliás, é bem provável que as primeiras paixões não sejam correspondidas, mas quando ela é correspondida a gente se sente nas nuvens, é uma sensação mágica de realização e alegria. Parece que o mundo se torna um lugar melhor, que seus problemas desaparecem, que sua vida ficou perfeita da noite pro dia, que seu relacionamento será o mais perfeito de todos e que aquilo é amor pra vida toda. Mas acabamos nos esquecendo de diferenciar a paixão do amor.

 A paixão é aquele fogo inicial, aquela chama que está queimando com força total, é a vontade de estar sempre com a pessoa, é essa coisa “mágica”, isso é a paixão. Já o amor é a ESCOLHA, muita gente confunde e acha que amor é a mesma coisa de paixão, mas não é, a paixão uma hora tem fim, e é nesse momento que vamos saber se realmente amamos aquela pessoa, o momento da escolha.

A paixão é fundamental pro início de um relacionamento, mas é o amor que irá levá-lo à diante, porque este é a escolha. Amar é aprender a conviver com os defeitos e as manias do outro, abrir mão de coisas que fazia quando estava solteiro, é renunciar seus desejos carnais por uma vida há dois com fidelidade – porque tem muitas pessoas que traem quando a paixão acaba, acreditando que o amor acabou, mas, na verdade, elas nunca amaram, só estiveram apaixonadas; e se doar, de corpo e alma, pelo relacionamento.


É preciso parar de banalizar o amor e achar que ele vem num passe de mágica. Se apaixonar é muito bom, mas amar é melhor ainda. E quando se consegue manter a chama da paixão acesa junto a quem você ama, poderá dizer que tem um relacionamento “perfeito”. E então se apaixone todos os dias pelo seu parceiro(a) e escolha o amor.

De volta a Dezembro


Finalmente dezembro ou dezembro novamente.

O último mês de outro ano cheio de sonhos, bagagens e resquícios dos meses que se passaram. São os últimos trinta e um dias do ano e as horas parecem passar cada vez mais ligeiras. É preciso correr contra o tempo, para que mais um ano chegue ao fim com sucesso. Tudo que resta é colocado em liquidação, até mesmo, aquilo que não se tem. Pessoas vão deixando pelo caminho metas não cumpridas e virando a esquina, começam a escrever listas de objetivos para o ano que se aproxima.

Ainda sim, dezembro é o mês em que se busca o melhor presente, a melhor roupa e a melhor comida para ceia da noite natalina. Existe em cada ser, a esperança de que dias melhores virão. A angústia é deixada de lado e os corações se unem, em espírito de harmonia e fraternidade. E assim como as luzes coloridas que brilham pela cidade, é possível ver em cada um, a luz da alegria.


Dezembro é um mês corrido, colorido, um mês que já começa no fim. E mais uma vez, todos fazem as mesmas coisas em mais um dezembro.